GBC Brasil

Casa Tânia Trajano é exemplo de projeto integrado para residências

Um imóvel localizado no Condomínio Sainte Helène, no distrito de Sousas, em Campinas (SP), tornou- se referência nacional de projeto integrado para residências sustentáveis. A casa da arquiteta Tânia Trajano segue os princípios sustentáveis em todo o seu ciclo, ou seja, do projeto à utilização por seus moradores.

De forma resumida, podemos compreender essa proposta como uma forma de projetar em que todas as equipes trabalham em conjunto, de forma colaborativa, do início ao fim do processo. Assim, com diferentes profissionais envolvidos, é possível chegar a uma solução adequada do ponto de vista ambiental, econômico e social.

Sua utilização em construções residenciais ainda é incomum, apesar do tema ser cada vez mais relevante no setor. A proposta, que surgiu na década de 1990 para facilitar a implementação de construções sustentáveis, foi mais utilizada em obras industriais e edifícios de grande porte.

“Essa visão de gestão integrada pede uma equipe afinada com o assunto, uma vez que é preciso pensar de forma conjunta para alcançar algo realmente sustentável”, afirma a arquiteta Tânia Trajano, proprietária do imóvel. Ela também assinou o projeto em coautoria.

Na construção de casas, o fluxo de trabalho normalmente começa com um arquiteto responsável pelo projeto, distribuindo-o a outros profissionais, como estrutural, hidráulico e elétrico. Desta forma, cada um faz sua parte e, no fim, a edificação fica pronta – sem que haja um monitoramento eficaz sobre a utilização de recursos naturais.

O projeto foi assinado pelo escritório Oliveira Cotta, selecionado por seu trabalho com arquitetura passiva e eficiência energética. A construtora foi Maurício Lattaro.

A preocupação socioambiental foi premiada com a certificação do Referencial GBC Brasil Casa. O projeto atingiu o nível Ouro, o segundo mais alto (atrás apenas do Platina). O case também foi tema de uma das palestras do Greenbuilding Brasil 2020, principal encontro de construções sustentáveis da América Latina.

Preocupação ambiental desde a escolha do terreno

A adoção de práticas sustentáveis começou pela escolha do terreno. Situado em uma esquina dentro de um condomínio, possui uma vista ampla para áreas verdes, permitindo que esquadrias de vidro trouxessem para dentro do imóvel a paisagem externa, garantindo grande luminosidade e ventilação natural.

A utilização da luz solar não se refletiu apenas na instalação de um sistema fotovoltaico para aquecimento da água das torneiras e do chuveiro. Este projeto integrado para residência também garantiu que o revestimento das fachadas e telhados colaborassem para que os índices de absortância e refletância proporcionam um maior conforto interno.

Em relação ao paisagismo, o jardim projetado na área externa contou com plantas do ecossistema local, já adaptadas ao clima e ao regime pluvial da região. Além disso, foi idealizado um sistema de irrigação automatizado que utiliza unicamente a água da chuva armazenada em uma cisterna específica.

Eficiência energética é o destaque do projeto integrado para residência

Mas é no quesito energético que esta edificação se destaca. Por meio da técnica de arquitetura passiva, o projeto conseguiu reduzir em 81,5% o consumo de energia elétrica na comparação com uma casa convencional. Além disso, o sistema fotovoltaico consegue produzir 70% de todo o consumo médio do local.

A construção também buscou um consumo eficiente da água. Foram utilizados redutores e aparelhos hidráulicos que controlam a vazão de torneiras e chuveiros. A água utilizada para irrigação é totalmente de reuso e possui um sumidouro para excedente da chuva, evitando o alagamento das áreas lindeiras.

Clique aqui e leia a matéria no site da GBC Brasil

Equipe Técnica

Projeto Arquitetônico:
Escritório De Arquitetura Oliveira Cotta e TâniaTrajano
(@oliveiracotta.arquitetura)
(@ambience.arq.br)

Construtora Mauricio Lattaro:
Eng. Elio Carosio Neto
(@construtoramauriciolattaro)

Estagiária de engenharia:
Camila Marcocci
(@camarcocci_)

Gestão Integrada, Certificação de Projeto, Simulação Energética:
Macke Engenharia e Construções
(@macke.in @angelamacke)

Projeto Estrutural:
Eng. Gualter Afonso
(gaengenhariadeestruturas.com.br)

Projeto Elétrico e Hidro-Sanitário:
Solar Engenharia e Tecnologia
(solarengetec.com)

Projeto de Automação:
Controllar Automação residencial
(@controllar_automacao)

Projeto de luminotécnica:
Bonaluce Iluminação e Projetos
(@bonaluceiluminacao)

Projeto de Paisagismo:
Arq. Paisagista Flavio Tonico
(@flaviotonico)

Projeto de Irrigação:
Eng. Juliano Henrique Liolino
(@irrigarsistemasdeirrigacao)

Projeto Fotovoltaico:
Eng. CarlosTadashi Akimoto
(@didaisolar)

Decoração sala / Cozinha gourmet:
Cristiana Nassralla Interiores
(@cristiananassralla)